Bolsonaro sugere uso da Força Nacional nos atos de domingo da extrema-esquerda

0
121

Presidente Jair Bolsonaro afirmou forças estão prontas para agir nos casos em que manifestantes de extrema-esquerda “extrapolarem os limites da lei”

O presidente Jair Bolsonaro disse que vai usar forças de segurança federais contra manifestantes de extrema-esquerda que, no domingo (7), “extrapolem os limites da lei” em atos contra o governo.

A fala aconteceu durante a inauguração de um hospital de campanha para vítimas do novo coronavírus na cidade de Águas Lindas de Goiás, a 57 km de Brasília, quando ele pediu que a Polícia Militar faça “seu devido trabalho” e sugeriu o uso da Força Nacional em manifestações que se denominam antifascistas. Ele pediu que seus apoiadores não saiam às ruas.

– O outro lado, que luta por democracia, que quer o governo funcionando, quer um Brasil melhor e preza por sua liberdade, que não compareçam às ruas nestes dias para que as forças de segurança, não só estaduais, bem como a nossa, federal, façam seu devido trabalho porventura estes marginais extrapolem os limites da lei – disse Bolsonaro.

Bolsonaro afirmou que os manifestantes que se opõem a seu governo “geralmente são marginais, maconheiros, desocupados que não sabem o que é economia, o que é trabalhar para ganhar seu pão de cada dia”.

– Querem quebrar o Brasil em nome de uma democracia que nunca souberam o que é e nunca zelaram por ela – ressaltou.

Apesar de afirmar que não há previsão de atos em Goiás neste fim de semana, Bolsonaro disse ter certeza que, caso apareçam no estado, o governador Ronaldo Caiado irá tratá-los “com a dureza da lei que eles merecem”.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO