‘Peça de ficção’, diz Secom sobre matéria da revista IstoÉ

0
100

“Um conjunto de mentiras, distorções e desinformações”, diz Secom sobre matéria da IstoÉ.

A Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República comentou, neste sábado (20), sobre a reportagem intitulada “Terroristas de Direita”, que foi publicada pela revista IstoÉ na última sexta-feira (19).

Em mensagens no Twitter, o perfil oficial da Secom criticou a matéria:

“Um conjunto de mentiras, distorções e desinformações; uma narrativa, uma estória criada para validar ações pretéritas e futuras de quem pretende atacar o Senhor Presidente da República e todo este Governo.”

E acrescentou:

“Esta Secretaria e o Governo como um todo estão sendo acusados de modo leviano, em função de motivos escusos, sem que jamais haja uma prova sequer, as devidas medidas legais serão tomadas.”

A Secretaria completou:

“É exaustivo e deprimente ter de direcionar esforços para responder a teorias conspiratórias que não param em pé. Preferimos divulgar informações de interesse de todos. Porém, embora estejamos aqui para construir, não podemos permitir o voo livre de quem se dedica à destruição.”

O perfil da Secom no Twitter ainda destacou que a revista IstoÉ é “administrada pela Editora Três, empresa que já está em seu 2º processo de recuperação judicial”.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO