Vivendo em apartamento de luxo, psolista é contra saneamento básico para a população

0
918

Mesmo durante a pandemia do coronavírus, a deputada Talíria Petrone chega a gastar mais de R$ 150 mil por mês do dinheiro público

Nesta quarta-feira (24), a deputada Talíria Petrone (PSOL-RJ) voltou a defender a hipocrisia psolista em suas redes sociais. Isso porque, a deputada disparou inverdades sobre o Marco do Saneamento Básico.

“Privatização do saneamento do Brasil será votada no Congresso. Saneamento básico é direito. Os beneficiados são mega empresas condenadas por corrupção, que não levarão saneamento a quem não pode pagar. A privatização é um atentado contra a saúde pública, o meio ambiente e o povo”, escreveu Petrone no Twitter.

Sobre o Marco do Saneamento Básico, a deputada esquece que apenas 55% da população tem acesso à rede de esgoto, 43% possui a coleta devida de esgoto e que o Brasil registra 300 mil pessoas internadas com problemas relacionados à falta de saneamento básico por ano.

Para piorar, Talíria promulga um discurso populista, mas esquece que mora em um luxuoso apartamento em Brasília, custeado pelo dinheiro público. Além disso, a deputada torra por mês mais de R$ 150 mil de verba pública e privilégios.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO