Vídeo: discurso de presidente de diretório do PT viraliza: ‘Fazer muito e roubar pouco’

0
81

Em um vídeo que circula pelas redes sociais, Liedio Luiz da Silva, presidente do diretório do PT de Laje do Muriaé, no interior do Rio de Janeiro, fez um discurso no qual pregou o engajamento para as eleições deste ano no último domingo (5).

No entanto, uma fala de Liedio repercutiu negativamente, ele chegou a dizer em dado momento que vai “fazer muito e roubar pouco”.

Luiz disse que estava nervoso e por isso se equivocou em sua declaração. O Partido dos Trabalhadores do Rio de Janeiro se pronunciou e informou que o membro ‘cometeu um erro, se enrolando em suas palavras’. Após o incidente, ele se licenciou da direção da legenda por período indefinido.

No vídeo, Silva explica que o partido estará engajado para a disputa dos cargos de vereador e prefeito.

“E nós vamos, sim, estar engajados nessa eleição de 2020 em Laje do Muriaé, com nossos companheiros, nossos candidatos a vereador, nosso futuro prefeito Netinho, se Deus quiser, e com a população. Porque nós não vamos abrir mão dos nossos princípios. Qual é o princípio? melhoria do nosso município. E fazer muito e roubar pouco”.
Veja íntegra da nota de Liedio divulgada nesta sexta.

Nesta sexta-feira (10), o agora ex-presidente do diretório divulgou uma nota para se pronunciar sobre o episódio.

“Eu Liedio luiz da Silva venho por meio deste esclarecer que na manhã do dia 05/07 ( domingo), em uma transmissão ao vivo, em que, por nervosismo, usei equivocadamente uma palavra e que no mesmo momento corrigi a palavra e que eu Liedio tenho história de trabalhar no combate à corrupção no meu município e que jamais serei a favor de qualquer ato de desvio de dinheiro público. Esclareço, ainda, que meu vídeo foi cortado e usado apenas para denegrir minha pessoa e o grupo que eu apoio na eleição de 2020 no meu município de Laje do Muriaé- RJ e o PT partido este que sou filiado a 20 anos. Eu Liedio peço desculpas a todos. Esclareço, ainda, que me licenciei da direção do meu partido por tempo indeterminado”.

A Comissão Executiva Estadual do PT-RJ, também por meio de nota, falou sobre o caso envolvendo o membro do partido.

Confira a nota na íntegra:

“Este membro do Partido dos Trabalhadores, tomado pelo nervosismo de estar em uma Live, algo incomum a sua rotina, cometeu um errou, se enrolando em suas palavras em uma rede social. O equívoco foi corrigido e explicado por ele segundos após sua infeliz colocação.

Ressaltamos que o Partido dos Trabalhadores é composto por instâncias e apenas elas estão autorizadas a definir os rumos e defesas partidárias, desta forma, Liedio Luiz da Silva não fala em nome deste partido e seu discurso na referida Live, não reflete o que defendemos e acreditamos.

O PT é o partido que sempre se empenhou na construção e no fortalecimento do combate a corrupção no Brasil. Durante os governos de Lula e Dilma consolidamos um grande esforço para o fortalecimento institucional de diversos órgãos públicos de controle e combate a corrupção, como a criação da Controladoria-Geral da União. O reaparelhamento da Policia Federa, a criação de leis de transparência e de acesso à informação, foram também obras do PT. Em nossos governos o ministério público conquistou autonomia, com o Procurador-Geral da República passando a ser escolhido pela própria categoria. Medidas que, entre muitas outras, contribuíram para que hoje o Estado brasileiro tenha meios para fiscalizar e promover o combate a corrupção com inteligência, tecnologia e independência.

Nosso partido vem sofrendo constantes investidas que nunca foram capazes de apresentar uma única prova de atos ilícitos. Sofremos com a constante perseguição e descontração da verdade. Hoje vemos estampados nos jornais a verdadeira face da Lava-Jato que manipulou julgamentos e condenou sem provas um homem honesto, com o único intuito de tirá-lo da disputa e abrir caminho para o projeto de extrema direita que mergulha nosso país no medo e no descaso.

Mas não desistiremos de lutar pelo povo brasileiro e reforçamos aqui o nosso compromisso com o combate a qualquer ato que lese a administração pública e nosso país”.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO