Allan dos Santos mostra documentos de “golpe do STF contra Bolsonaro”

0
318

Em suas redes sociais, jornalista fez publicações com indícios das provas da acusação

Após denunciar um suposto golpe contra o presidente Jair Bolsonaro, o jornalista Allan dos Santos publicou, na noite desta sexta-feira (31), indícios de provas que comprovam a acusação. Mais cedo, ele havia dito que o presidente estava sendo espionado pela China e pela Coreia do Norte.

A acusação foi feita durante uma transmissão organizada pela deputada Bia Kicis, que também contou com a participação de Bernardo Küster e do americano Ryan Hartwig.

Na ocasião, o jornalista do portal Terça Livre afirmou que o Supremo se negou a informar ao presidente que o governo brasileiro vem sendo espionado pela China e pela Coreia do Norte. Ele ainda acusou o ministro Luís Roberto Barroso de armar um golpe para cassar a chapa de Bolsonaro e Mourão.

Em suas redes sociais, Allan dos Santos publicou um documento da empresa ‘Rohde e Schwarz’, com o nome de Igor Tobias. De acordo com o jornalista, a empresa realizou uma varredura em Brasília e localizou maletas de escuta telefônica na Embaixada da Coreia do Norte, na Embaixada da China e ainda na casa do advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay.

Allan dos Santos também publicou uma imagem de um mapa com o endereço do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em outra foto, ele mostrou um mapa onde estariam os supostos monitoramentos de sinais.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO