STJ suspende processo contra colunista que pediu morte de Bolsonaro

0
67

Colunista da Folha de São Paulo pediu a morte do presidente Jair Bolsonaro. Processo está suspenso até julgamento de habeas corpus.

Hélio Schwartsman, colunista do jornal Folha de S.Paulo, prestaria depoimento, nesta quarta-feira (26), junto à Polícia Federal (PF) por causa do artigo “Por que torço para que Bolsonaro morra”.

O texto foi publicado à época em que o presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou seu diagnóstico positivo para coronavírus.

O depoimento, no entanto, não acontecerá, pois o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Jorge Mussi, suspendeu o inquérito policial.

A decisão desta terça-feira (25) vale até que o habeas corpus do jornalista seja analisado, o que ainda não têm data para ocorrer.

A investigação foi determinada pelo ministro André Mendonça (Justiça e Segurança Pública) com base na Lei de Segurança Nacional.

Por outro lado, segundo o site Poder360, o magistrado do STJ entendeu que, “ainda que possam ser feitas críticas ao artigo”, o texto não indica “motivação política ou lesão real ou potencial aos bens protegidos pela Lei de Segurança Nacional”.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO