Cesare Battisti inicia greve de fome na Itália

0
140

Cesare Battisti foi entregue pela Bolívia às autoridades italianas em janeiro de 2019.

O terrorista Cesare Battisti, da Itália, iniciou uma greve de fome na cadeia para protestar contra o regime de isolamento diurno ao qual está submetido desde o ano passado.

Condenado por quatro homicídios cometidos na década de 1970, Battisti cumpre pena de prisão perpétua em uma penitenciária na ilha da Sardenha.

Em uma carta divulgada por seu advogado, segundo a agência ANSA, o assassino confesso declarou:

“Tendo exaurido todos os meios para fazer valerem os meus direitos, me encontro obrigado a recorrer à greve de fome total e à rejeição de tratamentos.”

Battisti diz ainda que todas as suas solicitações foram sempre “obstinadamente negadas”:

“A Cesare Battisti, não é sequer permitido se surpreender se, no seu caso, algumas leis forem suspensas. É o que me foi passado, sem meios-termos, por diferentes autoridades.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO