Damares reage a intimidação do PSOL: ‘Pode vir sem medo’

0
150

Partido quer “força-tarefa” para acompanhar trabalho da ministra no combate à violência contra crianças

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos Damares Alves reagiu com firmeza ao pedido do PSOL para que a Justiça forme uma “força-tarefa” para acompanhar as ações da pasta no combate à violência contra crianças e adolescentes.

A bancada do partido apresentou uma representação à Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, do Ministério Público Federal, para que as políticas e programas da pasta sejam verificadas. Segundo PSOL, Damares “não possui uma política estruturada para a proteção da criança e do adolescente”, embora esta seja uma das maiores bandeiras reivindicadas pela ministra.

Os parlamentares também questionaram a distribuição de recursos aos 17 estados atendidos pelo Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM).

Damares Alves respondeu iniciativa do PSOL Foto: Reprodução 

Em suas redes sociais, Damares questionou os interesses do partido com esta representação e convidou os parlamentares a ajudarem a pasta.

– Dizem querer acompanhar de perto nossas ações de combate à pedofilia Podem vir sem medo. Nossa luta é diária e transparente. Ah, e lembro que podem ajudar. Basta destinar emendas. O parlamentar tem essa prerrogativa – lembrou a ministra.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO