José de Abreu defende tortura para Bolsonaro e Mourão

0
281

Declaração do ator gerou críticas nas redes sociais

Declarações do ator José de Abreu voltaram a gerar polêmica nas redes sociais. Em sua conta do Twitter, o artista defendeu que o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o vice-presidente Hamilton Mourão fossem torturados.

A declaração ocorreu após Mourão ter elogiado, em entrevista à TV alemã Deutsche-Welle, o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra.

Em suas redes sociais, Abreu defendeu a “punição” ao presidente, que não foi citado pelo nome, e ao vice.

– Devia ser torturado para aprender! Imagine Bozó e Mourão no pau-de-arara levando choques nos testículos – escreveu.

A declaração gerou repercussão. O deputado Eduardo Bolsonaro foi um dos que questionou a fala.

– Alô Twitter, isso pode? Falei e repito: o politicamente correto não sobre O QUE se fala e sim sobre QUEM fala – escreveu.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO