Papa é cobrado após ataque terrorista contra igrejas no Chile

0
166

Há anos o Chile enfrenta distúrbios violentos promovidos por grupos alinhados à extrema-esquerda.

Dois templos da Igreja Católica foram incendiados por extremistas de esquerda em Santiago, capital do Chile, neste domingo, 18 de outubro.

O ato, que acontece poucos dias antes de um referendo que pretende modificar a Constituição do país, não é novidade no país sul-americano.

Há anos o Chile enfrenta distúrbios violentos promovidos por grupos alinhados à extrema-esquerda, a maioria conectados a movimentos estudantis.

Igrejas católicas sempre foram alvo de ataques. Ontem, foi apenas mais um triste capítulo desta história.

Após vídeos compartilhados pela RenovaMídia viralizarem nas redes sociais na madrugada desta segunda-feira (19), muitos internautas estão criticando a omissão do Papa Francisco com relação a esta complexa situação.

O termo “Papa” está entre os mais comentados do Twitter na manhã de hoje.

Em mensagem na rede social horas atrás, o Sumo Pontífice rezou pelas crianças:

“Eu os convido mais uma vez a segurar o Terço e elevar o olhar a Nossa Senhora, sinal de consolação e de esperança certa, como fazem hoje em todo o mundo um milhão de crianças que rezam pela unidade e pela paz.”

Um usuário brasileiro comentou no tuíte: “Santo Padre, se pronuncie contra o incêndio criminoso de igrejas em Santiago do Chile!”. Confia.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO