Eleição de 2018 foi fraudada, diz Bolsonaro

0
199

“Eu tenho provas materiais disso”, diz o presidente brasileiro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta quarta-feira (9), que ganhou a corrida presidencial do Brasil de 2018 ainda no primeiro turno e que possui provas disso.

Em discurso durante o Culto Interdenominacional das Igrejas de Anápolis, Bolsonaro voltou a lembrar o atentado ocorrido em Juiz de Fora, cidade de Minas Gerais, em 6 de setembro de 2018:

“Uma tentativa de homicídio em que, segundo os médicos, só não morri por milagre. A faca passou lambendo as veias capitais na região do coração. Ali, aconteceu o primeiro milagre. Não tinha nada para sobreviver, só sobrevivi porque a Polícia Federal, uns 40 (policiais) começaram a me acompanhar. A lei garante uma segurança por parte da PF para os candidatos, e eu era aquela pessoa com muita chance de chegar. Como havia planejamento para o caso de incidente ir ao hospital mais próximo, graças a esse planejamento, também, eu sobrevivi.”

Após abordar o atentado, o chefe do Executivo afirmou que uma fraude o jogou para o segundo turno:

“Teve um outro milagre, um grupo de médicos estava reunido na Santa Casa de Juiz de Fora, nem estava prevista essa reunião, e eu fui submetido à cirurgia de urgência. Dai se afunilou a campanha. Eu fui eleito no primeiro turno. Eu tenho provas materiais disso. Mas a fraude, que existiu, sim, me jogou para o segundo turno. Outras coisas aconteceram e só acabei ganhando porque tive muito voto, e algumas poucas pessoas que entendiam de como evitar ou inibir que houvesse a fraude naquele momento, nos elegemos.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO

Deixe uma resposta