Decisão do atleta foi em “apoio à Palestina”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.