Clima esquenta e Bolsonaro dispara contra ministro STF: ‘Tá na cara que querem fraudar as eleições’

0
345

Jair Bolsonaro voltou a acusar eleições no Brasil de fraudulentas. Em conversa com apoiadores, o presidente defendeu a mudança no sistema eleitoral e criticou Luís Roberto Barroso, presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e contrário ao voto impresso.

Conforme noticiado pela Jovem Pan, Bolsonaro afirmou nesta segunda, 26, que o posicionamento contrário ao voto impresso significa o desejo de fazer eleições fraudulentas: “Os caras são contra [voto impresso] para terminar as eleições e ninguém reclamar. Está na cara que querem fraudar, de novo. Geralmente quem tá no poder é que faz artimanhas, eu to fazendo o contrário. Eleições democráticas são aquelas que você confia no seu voto.”

O presidente também chamou o voto impresso, defendido por ele, de “voto democrático”, e voltou a criticar o presidente do TSE, um dos contrários à mudança do sistema eleitoral: “Dá para demonstrar obviamente, até pela maneira que, por exemplo, o ministro [Luis Roberto] Barroso está se posicionando. Tem algo esquisito. Ele podia falar: ‘Presidente, quer o voto auditável democrático em papel? Faça’. Por que ele é contra? Não quero acusá-lo de nada, só que ninguém consegue entender porque ele é contra.”

Durante a conversa com apoiadores, Bolsonaro também afirmou que irá apresentar provas de fraudes nas eleições anteriores realizadas no Brasil durante live na sede do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO

Deixe uma resposta