Joice “culpa” Bolsonaro por não ter levado caso de agressão à Polícia Federal

0
722
Joice Hasselmann Foto: Reprodução/ Estadão

Deputada alegou que teve receio de que o presidente interferisse em seu caso dentro da Polícia Federal

Muito questionada sobre os motivos que a levaram a não ter procurado a Polícia Federal (PF) para denunciar o caso da suposta agressão que teria sofrido, a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) alegou que não levou a ocorrência até a corporação por receio de “interferência” do presidente Jair Bolsonaro, a quem acusou de usar a corporação para “proteger corruptos”.

– Evitei a PF por motivos óbvios: presidente Jair Bolsonaro, interferiu diretamente na PF para proteger corruptos, entre eles seu filho. O que não seria capaz de fazer para atacar um desafeto? Tenho grande respeito pela instituição e defendo a lista tríplice para escolha do diretor-geral da PF – escreveu a parlamentar.

Joice ainda disse lutar pela autonomia da Polícia Federal e afirmou que Polícia Legislativa está cuidando de seu caso.

– Mais do que nunca, devemos lutar pela autonomia da PF e blindar a instituição contra a interferência política. Esclareço que a DPOL (Polícia Legislativa) está cuidando do meu caso, com o apoio da Polícia Civil – afirmou.

De acordo com a deputada, ela teria acordado de bruços no chão do seu quarto, no último dia 17 de julho, e notou que havia sangue no chão. A deputada diz que sentiu dor em várias partes do corpo e procurou recobrar os últimos acontecimentos para entender o que pode ter acontecido. O caso segue sob investigação das autoridades.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO

Deixe uma resposta