Paulo Guedes critica Rodrigo Pacheco: “Como vai ser candidato se não avançar com as reformas?”

0
58

Paulo Guedes, atual ministro da Fazenda do governo Bolsonaro, voltou a fazer cobranças em direção ao presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco, para que contribua na aprovação das reformas, dentre elas, do importo de renda, que já foi aprovado pela Câmara, mas encontra-se no aguardo pela votação da outra Casa.

“Acreditamos na democracia brasileira, no Congresso, no Supremo (STF), que tem ajudado nas reformas. Esperamos que todos joguem dentro das quatro linhas, que a mídia procure a verdade, que o presidente do Senado avance com as reformas”, disse o ministro.

Você pode se interessar:

1 – Ator Wagner Moura ataca e dispara contra Bolsonaro: ‘Conectado ao esgoto da história’

2 – Procuradora afirma que pedido de prisão contra Allan dos Santos é ilegal

Ademais, Guedes lembrou que Pacheco pode se lançar como candidato a presidência da República e afirmou que as reformas serão importantes em um futuro governo.

“Como vai ser candidato se não avançar com as reformas? Ele não pode fazer militância agora. Ele sabe que estamos no caminho certo.”, acrescentou ele.

O ministro ainda comentou sobre o Auxílio Brasil e ressaltou a importância de se ter responsabilidade fiscal.

“O programa social deve ser concretizado, é preciso aumentar a capacidade de compra daqueles que são beneficiados pelo Auxílio Brasil, e cabe à política e aos técnicos do Ministério da Economia encontrarem a solução para fazer esse programa social dentro da responsabilidade fiscal, que é inafastável”, disse ele.

O post Paulo Guedes critica Rodrigo Pacheco: “Como vai ser candidato se não avançar com as reformas?” apareceu primeiro em Portal BR7.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO

Deixe uma resposta