Senadora dos Estados Unidos revela compra de US$ 100 mil em Bitcoins

0
10

A senadora Cynthia Lummis, republicana de Wyoming, revelou que fez uma compra relevante de Bitcoin, adicionando o equivalente a US$ 100 mil de seu portfólio.

De acordo com um relatório enviado ao SEC na quinta-feira (7), Lummis arrematou entre $ 50 mil e $ 100 mil em 16 de agosto. Pelo o protocolo, a compra foi executada por meio da plataforma de corretagem River Financial.

A lei Stop Trading on Congressional Knowledge de 2012 (STOCK Act) obriga senadores e funcionários seniores dos EUA com rendimentos acima de $ 119.554 são obrigados a divulgar certas transações financeiras. Este requisito inclui “qualquer compra, venda ou troca de qualquer ação, título, futuro de commodities e outros títulos se a transação exceder US $ 1.000”.

Embora a compra de Lummis pareça ter sido divulgada fora do prazo de relatório de 45 dias, o porta-voz do senado disse ao canal CNBC que o atraso foi devido a “um erro de arquivamento”.

“Assim que percebemos, trabalhamos com o comitê de ética para consertar”, disse um porta-voz do escritório de Lummis. “Foi um erro honesto e o problema foi resolvido sem penalidade.”

Esta não é a primeira vez que Lummis comete tal erro, de acordo com a CNBC. Em abril, ela não incluiu o Bitcoin em seu formulário de divulgação financeira anual com o Senado. Ela revelou, no entanto, que possuía entre $ 100 mil e US$ 250 mil em criptomoeda em uma divulgação corrigida.

Longa história de Lummis com Bitcoin

Lummis tem sido uma defensora fervorosa do Bitcoin por muitos anos.

Falando no evento Wyoming Blockchain Stampede em setembro de 2020, a senadora republicana disse que comprou seu primeiro Bitcoin em 2013, quando a criptomoeda líder mundial era negociada a US$ 330.

“Comprei meu primeiro Bitcoin em 2013 porque acredito no poder econômico da escassez e no potencial do Bitcoin para lidar com algumas das manipulações em nosso sistema financeiro”, disse ela na época.

Lummis serviu anteriormente por oito anos como tesoureira do estado de Wyoming antes de ser eleita para o Senado dos EUA em novembro de 2020.

Na semana passada, a senadora republicana, no entanto, fez alguns comentários críticos em relação às stablecoins ​​- criptomoedas atreladas ao preço de uma moeda fiduciária.

Ao falar no plenário do Senado, ela disse que “stablecoins só devem ser emitidos por instituições depositárias ou por meio de fundos do mercado monetário ou veículos semelhantes”.

“Os stablecoins devem ser 100% respaldados por caixa e equivalentes de caixa, e isso deve ser auditado regularmente”, acrescentou Lummis

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co

O post Senadora dos Estados Unidos revela compra de US$ 100 mil em Bitcoins apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO

Deixe uma resposta