Ex-presidente do PT defende o fim do art. 142 da Constituição: “Temos que democratizar profundamente o Estado brasileiro”

0
21

O ex-presidente do Partido dos Trabalhadores, José Genuino, concedeu uma entrevista no ano passado em que defendeu a extinção do artigo 142 da Constituição Federal – dispositivo que dá às Forças Armadas a tutela do Estado ao reconhecer o dever dos militares em defender o Brasil, a lei e a ordem e os três Poderes.

“Para quebrar essa tutela, vai ter que haver uma luta política que diminua ou barre a reação dos militares. Vamos precisar de um discurso forte. Dependendo da nossa capacidade de articulação e mobilização política vamos poder neutralizar as reações. O que não podemos é permitir que essas instituições sigam como estão. Temos que democratizar profundamente o Estado brasileiro”, disse ele.

Você pode se interessar:

1 – Com semblante de assutado, William Bonner comenta sobre pedido de prisão

2 – Advogado pede a prisão de Bonner e o acusa de participar de organização criminosa

Ademais, ele também externou a sua visão acerca da influência das Forças Armadas na política. O ex-guerrilheiro sugeriu que os militares têm objetivo de se perpetuar no poder e podem chegar a perturbar uma candidatura de esquerda.

“Agora, se Bolsonaro cair ou não servir, eles vão buscar um caminho para manter o controle por meio desse partido militar, essa nova geração que tem uma visão estratégica de como influenciar os rumos do país. O que eles não querem é abrir mão do comando estratégico do país, com ou sem Bolsonaro. Então, ou vão criar uma terceira via, ou vão criar dificuldades para uma candidatura de esquerda, vão fazer com que um governo de esquerda tenha limitações”, disse.

O post Ex-presidente do PT defende o fim do art. 142 da Constituição: “Temos que democratizar profundamente o Estado brasileiro” apareceu primeiro em Portal BR7.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here