“A desinformação tem nome e origem. Não é um fantasma”, diz Fachin a Bolsonaro

0
8
Nesta sexta-feira (13), o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse que o Brasil tem hoje “ilícitos indutores de regressos institucionais” que colocam em risco a democracia. A fala ocorreu no Congresso Brasileiro de Magistrados, em Salvador.

“Dizem que falo de fantasmas. A violência tem gênero e grau. A violência no Brasil é trágica. A desinformação tem nome e origem. Não é um fantasma. (…) Assistimos quase incrédulos a normalização de ataques às instituições impulsionadas por práticas de desinformações”, disse o presidente do TSE.

Nesta quinta-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro comentou em sua live semanal as declarações de Edson Fachin, de que as eleições são assunto das “forças desarmadas”. 

Em sua live, o presidente disse que Fachin vê um “fantasma”, referindo-se ao temor de interferência das Forças Armadas, e que “ninguém quer atacar as urnas eletrônicas”.

“Não sei de onde ele está tirando esse fantasma de que as Forças Armadas querem interferir na Justiça Eleitoral”, disse o governante. “As Forças Armadas não estão se metendo nas eleições. Elas foram convidadas por uma portaria do então presidente (do TSE), Luís Roberto Barroso.”

O post “A desinformação tem nome e origem. Não é um fantasma”, diz Fachin a Bolsonaro apareceu primeiro em Gazeta Brasil – O que está acontecendo no Brasil e no Mundo agora..

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here