Dois dos três torcedores do Boca Juniors presos durante o jogo contra Corinthians na última terça-feira (29) foram soltos na tarde de hoje após pagamento de fiança de R$ 20 mil, cada. Um terceiro torcedor ainda não fez o pagamento da fiança (de mesmo valor).

Os argentinos passaram por uma audiência de custódia com o juiz de plantão, Fabricio Reali Zia, que ratificou a fiança colocada pela “gravidade dos delitos de injúria racial e racismo, e a reiteração de condutas deste tipo nas arenas esportivas, condutas essas, absolutamente inaceitáveis no Estado Democrático de Direito.”

Os autores foram conduzidos à 6ª Delegacia de Polícia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva (Drade), onde o caso foi registrado. Isso porque torcedores do clube argentino foram flagrados durante a partida por proferirem gestos racistas e nazistas em direção a torcida do Corinthians.

 

GESTOS NAZISTAS NA LIBERTADORES

Um torcedor do Boca Juniors foi detido após fazer gestos nazistas na arquibancada da Neo Química Arena.

Henrique Toth
Reprodução pic.twitter.com/fFXGVXvNK8

— Goleada Info (@goleada_info) June 29, 2022

 

 

O post Dois torcedores do Boca Juniors presos por atos racistas pagam fianças e são liberados apareceu primeiro em Gazeta Brasil – O que está acontecendo no Brasil e no Mundo agora..

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Generated by Feedzy