Em entrevista, o ex-presidiário Lula (PT) admitiu nesta quarta-feira (29) que foi avisado com antecedência sobre uma operação da Polícia Federal (PF) contra o seu irmão Genival Inácio da Silva, em 2007. Na época, Lula era presidente da República.

“No nosso governo, a Polícia Federal foi na casa do meu irmão. Eu fiquei sabendo 12 horas antes porque eu tava na Índia, tinha um fuso-horário, e eu falei: ‘Não, se a Polícia Federal quer ir lá, que vá, que investigue e depois peça desculpas’”, afirmou o petista em entrevista à Rádio Educadora de Piracicaba (SP).

“O problema não é a acusação, o problema é que quando você é canalha e faz a acusação, depois você tem que ter o caráter de pedir desculpas”, completou.

“Vavá” foi alvo da Operação Xeque-Mate e teve a casa vasculhada pela Polícia Federal. Documentos foram apreendidos em sua casa e ligações interceptadas por agentes da operação que investigava esquema irregular em máquinas de caça-níqueis.

Ele era investigado por corrupção, contrabando, tráfico e jogos de azar. No final, Vavá acabou não sendo denunciado ao Ministério Público por falta de provas.

Em entrevista nesta quarta-feira (29), Lula se irritou com perguntas sobre corrupção durante os governos do PT e admitiu que foi avisado com antecedência sobre operação da Polícia Federal na casa do seu irmão durante seu governo pic.twitter.com/YqM978J8Ee

— Gazeta Brasil (@SigaGazetaBR) June 29, 2022

O post Lula admite que foi avisado com antecedência sobre operação da PF na casa do seu irmão durante seu governo; veja o vídeo  apareceu primeiro em Portal BR7.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Generated by Feedzy