O deputado federal Carlos Sampaio anunciou que vai pedir a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar a suposta ligação do PT com o Primeiro Comando da Capital. Como foi relatado aqui no Vista Pátria, o publicitário Marcos Valério acusou a sigla de ser aliada da facção.

A união teria começado na gestão do prefeito Celso Daniel, em Santo André (SP), que sequestrado, torturado e morto em 2002. “O Brasil precisa de respostas”, escreveu Sampaio, no Twitter. “A união de brasileiros de bem é fundamental nesta luta contra a influência do crime organizado nos rumos do país.”

De acordo com o Valério, Celso Daniel tinha um dossiê detalhando quem, dos petistas, estava sendo financiado ilegalmente. “Essa denúncia precisa ser investigada com urgência e profundidade. Exigimos resposta”, publicou Carlos Sampaio.

Condenado a 37 anos de cadeia por participar do mensalão, o publicitário Marcos Valério disse à Polícia Federal que o Partido dos Trabalhadores (PT) e a maior facção criminosa das Américas, o PCC, mantinham relações estreitas.

Em delação premiada à PF, o publicitário revelou que Ronan Maria Pinto, empresário do ramo dos transportes, chantageava o então presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, para não revelar o segredo que comprometeria o partido: a existência de um esquema de arrecadação ilegal de recursos para financiar os petistas. Valério disse que soube da suposta chantagem contra Lula depois de conversar com Sílvio Pereira, então secretário-geral do PT.

O post Deputado propõe CPI para apurar ligação do PT com PCC apareceu primeiro em Vista Pátria.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Generated by Feedzy