Na manhã desta segunda-feira (04), o governo federal reconheceu a situação de emergência em 15 cidades de Alagoas, Amazonas, Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Santa Catarina.

O reconhecimento foi publicado no Diário Oficial da União (DOU), em uma portaria da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, ligada ao Ministério do Desenvolvimento Regional.

Embora a maioria dos decretos tenham sido motivados pelas chuvas intensas e suas consequências, como, por exemplo, inundações e deslizamentos, há três cidades em situação de emergência por causa de estiagem. São elas Canudos e Curaçá, na Bahia, e Caicó, no Rio Grande do Norte.

Todas as cidades do Amazonas indicaram que a situação de emergência é motivada por inundações: Anamã, Autazes, Benjamin Constant, Jutaí, Parintins, Tefé e Urucurituba.

Em Alagoas, que já registrou ao menos duas mortes, a cidade de Teotônio Vilela teve a situação de emergência reconhecida por causa das chuvas intensas.

As cidades de Quipapá, em Pernambuco, e Iomerê, em SC, alegaram o mesmo motivo.

Há ainda as cidades catarinenses de Braço do Norte, que alegou as enxurradas, e Braço do Trombudo, que cita deslizamentos como a motivação da situação de emergência.

O post Governo reconhece situação de emergência em cidades afetadas por chuvas apareceu primeiro em Gazeta Brasil – O que está acontecendo no Brasil e no Mundo agora..

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Generated by Feedzy